domingo, 27 de novembro de 2016

The Splice Byte XD 300

Trata-se de clone da série 7 challenger fidelity fabricado no Brasil nos anos 80. Como se verifica, internamente não se constata complexidade na sua construção, apenas um eprom, memórias e processador, com os componentes de praxe, bobinas, display. O fato é que foi desenvolvido na época que vigorava a reserva de mercado no Brasil, um desserviço ao avanço da tecnologia e não poderia ser importado máquinas que tivesse similar no Brasil. O conceito de similaridade é simplista, pois à época nos EEUU e Alemanha tínhamos máquinas mais avançadas.









4 comentários:

Marcelo disse...

Na verdade, o Byte tinha uma diferença básica em relação ao tempo médio de reflexão ao Challenger no nível 4, 10 minutos contra 20 do original.

tradechess disse...

Não saberia dizer sobre essa diferença. Na época não me interessava pelo Byte por ser uma máquina de baixo rating. Mas você deve ter comparado e agradeço o comentário. Mas fica o registro novamente, os governantes da época, imagine, "RESERVA DE MERCADO" quanta porcaria fizeram e ainda fazem. No meu caso fui privado de ter máquinas de melhor qualidade em função de não poder adquirir no exterior. Ainda, não esgotando o assunto, xadrez é qualificado como BRINQUEDO pela alfandega.

Antonio Marques disse...

Comprei um byte semana passada! Funcionando 100%!

Antonio Marques disse...
Este comentário foi removido pelo autor.